Pelé, Messi e Cristiano Ronaldo em um gráfico

Por em 14 de maio de 2019

O jornalista esportivo Paulo Cobos, da ESPN, trouxe um fato interessante em seu blog: Pelé é o maior artilheiro de todos os tempos no futebol, mas sua média de gols despencou quando chegou aos 30 anos. Algo que não observamos com os atuais melhores do mundo: Messi e Cristiano Ronaldo.

Fui atrás dos dados para ter uma ideia melhor. Coletei o histórico anual de gols e partidas de cada um dos três jogadores, e associei à sua idade naquele ano. Os detalhes estão descritos no fim deste texto. Então construí o gráfico abaixo, que relaciona a média de gols com a idade. Comecei aos 17 anos, pois tenho dados para os três a partir dessa idade.

Pelé fez 1.281 gols em 1.363 jogos em sua carreira – incríveis 0,94 gols por jogo. Cristiano Ronaldo tem uma média 0,72 (686 gols em 958 jogos) e Messi uma média de 0,82 (665 gols em 811 jogos). Entretanto, a média de Pelé é de fato muito elevada quando tinha 20 e poucos anos. Depois cai, e fica abaixo das de Messi e Cristiano para uma mesma idade.

Já a média de gols de Cristiano e Messi segue no sentido contrário – inicialmente mais baixa, porém crescente com idade. E não há sinal de queda depois dos 30. Na verdade, observamos uma queda mais pronunciada para Cristiano Ronaldo apenas em 2019, aos 34 anos de idade. Mas não está claro se isso é por causa da idade ou de sua recente troca de time – do Real Madrid para a Juventus.

Nos últimos anos, no mundo todo, assistimos a mudanças demográficas marcantes, que permitem que as pessoas permaneçam produtivas até em idades mais avançadas. Muito em função disso observamos problemas nos sistemas de previdência, que não só por aqui necessitam de reformas.

Será que essa tendência de permanecermos produtivos por longos anos se verifica também no futebol? Parece ser o caso de Messi e Cristiano, que conseguem manter médias de gols super alta mesmo após os 30, idade que há algum tempo atrás já significava decadência física.

Lógico que essa é uma amostra pequena e superselecionada. Mas é algo a se conferir para um conjunto maior de jogadores, principalmente aqueles que atuam em alto nível. A ideia aqui foi só lançar uma provocação.

O lado bom é que poderemos ver Cristiano e Messi em alto nível durante certo tempo ainda.

***

Para acessar os dados de Cristiano e Messi, clique aqui.

Tais dados não incluem amistosos de clubes. Eles, todavia, entram na conta de Pelé, pois eram bastante importantes e numerosos naquela época. Os dados de Pelé vêm da Wikipédia:

Como Pelé nasceu em outubro de 1940, supus que ao longo de um ano x ele tem – 1941 anos. Já Cristiano é de janeiro de 1985 e Messi de junho de 1987. Considerei que, em ano x, têm – 1985 e x – 1987, respectivamente.

Os dados foram coletados em 6/5/2019.

Para ficar por dentro do que rola no Por Quê?, clique aqui e assine a nossa Newsletter.

Siga a gente no Facebook e Twitter!
Inscreva-se no nosso canal no YouTube!
Curta as nossas fotos no Instagram!

Mande uma mensagem pra gente e receba nosso conteúdo no seu celular: (11) 99435-0365

 

Mais Postagens

VER TUDO

Receba nossas atualizações em primeira mão

Se você gosta do nosso conteúdo, inscreva-se e não perca nenhuma novidade.