Rico na Bolsa: finalmente chegou a minha vez!

Por em 21 de março de 2019 , atualizado em 22 de março de 2019

Acordei e decidi que eu vou ficar rico.

Cansei de estudar filosofia, ler Guimarães Rosa e visitar as tias idosas que moram no interior. De agora em diante, quero viver como o Neymar: iates, champanhe e carrões. Até o tal de caviar eu quero comer.

O problema é que não tenho talento algum para os esportes. Se correr por dois minutos, ruborizo, fico ofegante e minha língua pende para fora como um cachorro na praia. Se tiver uma bola por perto, o mais provável é que eu tropece nela.

Também não tenho talento para a arte. Meus desenhos não evoluíram além dos homens-palito que eu desenhava na segunda série. Desafino até quando peço um café no boteco, imagina então quando canto!

E quando tentei fazer teatro na escola, meu maior papel foi de figurante como pepino.

Mas vou ficar rico sem fazer esforço.

Vou jogar na Bolsa. Como a jovem Bettina, que transformou cem cruzados em um bilhão. Jogar na Bolsa é tão fácil que somente um trouxa deixaria passar uma oportunidade dessas, certo?

Já tenho minha estratégia pronta.

Vou escrever cem relatórios, assinados por nomes diferentes, cada um sugerindo uma estratégia diferente para investir na Bolsa. Não é muito trabalhoso porque posso escrever qualquer besteira.

Na média, o conselho oferecido em cada um dos relatórios vai gerar retornos similares ao retorno do mercado; algumas das estratégias vão resultar em perda de dinheiro, outras vão ser vitoriosas.

Depois de um ano, vou selecionar o relatório cuja estratégia teria gerado o melhor retorno e disseminar na mídia social que tenho a fórmula do sucesso na Bolsa. Vejam só: minha estratégia XYZ bateu o mercado amplamente!

Alguns perfis falsos vão divulgar minha sabedoria como investidor e guru sobre assuntos de dinheiro.

Quem quiser saber meu segredo terá de pagar por um curso pela internet.

Até a preparação do curso vai ser mole. Afinal, quem acredita que um investidor de sucesso venderia sua receita por R$ 150 reais em um curso pela internet é crédulo o suficiente para engolir qualquer patacoada.

E assim ficarei rico na Bolsa.

Sai da frente, Bettina. Agora é minha vez!

COLUNA PUBLICADA NA FOLHA DE S.PAULO

Para ficar por dentro do que rola no Por Quê?, clique aqui e assine a nossa Newsletter.

Siga a gente no Facebook e Twitter!
Inscreva-se no nosso canal no YouTube!
E curta as nossas fotos no Instagram 🙂

 

Mais Postagens

VER TUDO

Receba nossas atualizações em primeira mão

Se você gosta do nosso conteúdo, inscreva-se e não perca nenhuma novidade.